21 novembro 2007

ENTREVISTA BR Press

(BR Press) – O médico e colunista da BR Press, Dr. Alessandro Loiola, está lançando o livro Para Além da Juventude (Editora Leitura, 496 págs., R$ 39,00), nesta quarta (21/11), às 19h, no Terraço Leitura, do Shopping Pátio Savassi. Trata-se do resultado de uma ampla pesquisa sobre o processo de envelhecimento. Como envelhecer dignamente e em boas condições físicas? Existe alguma fórmula milagrosa de alcançar a “fonte da juventude”? “A consciência”, diz o médico.

Claro que o processo de envelhecimento pode ser vivido com menos agonia – o que faz um tremendo sentido numa época em que as pessoas tendem a viver mais. O fato, ressalta ele, é fazer por acontecer. Ou seja: tornar rotineiras medidas que vão colaborar, durante toda a vida, para que o indivíduo a desfrute com qualidade. “Ao escrever Para Além da Juventude, a intenção foi auxiliar no parto desta conscientização”, explica Dr. Alessandro. Apontando os principais riscos e mostrando como as soluções podem ser fáceis e práticas, Dr. Alessandro discorre sobre a importância das vacinas e imunização, além do fundamental papel da alimentação e das vitaminas, quase na mesma medida que a vida sexual, na idade madura. São abordadas ainda doenças que podem surgir ou ser agravadas com o passar do tempo, como o diabetes, a hipertensão, a demência, e como tratá-las.

O resultado é o um livro escrito em linguagem leve e acessível, com o humor característico da coluna semanal que Dr. Alessandro assina, publicada nos jornais Estado de Minas e A Tribuna de Vitória, e que tem recebido um retorno impressionante dos leitores. Esse sucesso demonstra a crescente demanda por informações confiáveis sobre saúde nos meios de comunicação, livres de interferências da indústria cosmética, estética e farmacêutica.

Autor dos livros Vida e Saúde da Criança e Crianças em Forma: Saúde na Balança, e especializado em Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo pela Santa Casa de Belo Horizonte, Dr. Alessandro Loiola reside e clinica em Belo Horizonte. Na entrevista a seguir, ele fala sobre livro Para Além da Juventude.

O que pode ser considerado o fator fundamental para um envelhecimento digno e saudável?
Dr. Alessandro Loiola - A consciência. Quando atendo meus pacientes, costumo perguntar: qual a marca do seu veículo? A maioria responde com o nome de algum automóvel. Estão enganados. Seu veículo se chama Homo sapiens. Em boa parte, saúde não é sorte, mas resultado: quanto mais rápido você tomar consciência de que seu corpo é o veículo que irá lhe levar para passear nos quatro cantos deste mundo, mais dignos e saudáveis serão seus anos por aqui.

Podemos acreditar que envelhecer não é sinônimo de "ficar doente"? O que sua pesquisa aponta neste sentido?
Dr. Alessandro Loiola - Sem dúvida alguma! Uma pesquisa realizada com 2.700 adultos, entre 25 e 74 anos de idade, revelou que, quanto maior a idade do entrevistado, maior a freqüência de emoções positivas tais como alegria, otimismo e felicidade. A cada dia, mais pessoas compreendem que a vida é uma maravilhosa viagem por este mundo, e o envelhecimento é apenas uma das várias aventuras que você experimentará no caminho. Envelhecer é um processo fisiológico, não uma doença.

Hoje as pessoas vivem mais. Mas a questão é: como vivem? É possí¬vel chegar aos 100 anos com qualidade de vida?
Dr. Alessandro Loiola - Para ultrapassar o centenário com qualidade de vida amanhã, você precisa conscientizar-se dos cuidados que deve tomar com seu corpo hoje.
Em 1900, expectativa média de vida era de 45 anos. Hoje, vivemos em média mais de 70 anos e, teoricamente, um ser humano está programado para viver até cerca de 120, 140 anos. Será que as pessoas estão aproveitando bem estes anos a mais? Eu acredito que os números falam por si:
- Mais de 75% das pessoas entre 75 e 84 anos de idade não se queixam de qualquer tipo de incapacitação.
- Uma de cada 3 pessoas com mais de 60 anos de idade possui um emprego e mais da metade participa regularmente de atividades em grupo.
- Cerca de 80% das pessoas com mais de 70 anos de idade pratica alguma forma de contato ou atividade sexual pelo menos uma vez por semana. Apesar do apetite sexual ser menos intenso, a maioria das pessoas na Terceira Idade continua encarando o sexo como uma fonte intensa de prazer.

Por que algumas e mais pessoas aparentam menos idade hoje em dia? A que atribui este fenômeno?
Dr. Alessandro Loiola - Este fenômeno pode ser explicado a partir de dois pontos de vista que se complementam.

Primeiro: por volta de 2030, cerca de 20% da população mundial será constituída por pessoas com idade igual ou superior a 65 anos. De um modo geral, vemos mais pessoas idosas nas ruas e nas atividades do dia a dia atualmente do que jamais vimos em décadas passadas. A maior exposição a esta população reduz o nível de estranheza e nos faz rever o que encaramos como alguém “velho” ou com “sintomas de velhice”.

Em segundo lugar: parte do conceito de “idade” está relacionado ao condicionamento e à atitude. Tenho pacientes de 71 anos que aparentam 71 anos, mas possuem uma vitalidade de 55-60 graças à boa alimentação e ao condicionamento físico adequado. Isso sem dúvida alguma os deixa com um “ar” mais jovem.

A prática de exercícios aeróbicos (p.ex., caminhadas) na Terceira Idade é capaz de melhorar em até 30% seu condicionamento físico – a mesma proporção observada em indivíduos jovens. Até mesmo pessoas que iniciaram exercícios de musculação aos 80 ou 90 anos de idade são capazes de duplicar sua força muscular em poucos meses.

Madonna, por exemplo, não aparenta ter 49 anos. Seria o esporte o principal responsável pela boa forma física ou realmente o "conjunto da obra", levando em consideração a quantidade de dinheiro disponível para gastar com a saúde e estética?
Dr. Alessandro Loiola - Por incrível que possa parecer, cuidar bem da saúde sai mais em conta que cuidar mal dela. Fazer a feira recheando sacolas com frutas da estação, legumes e verduras é mais barato que empurrar um carrinho de supermercado cheio de biscoitos e guloseimas calóricas.

Ao invés de ficar em casa gastando energia elétrica assistindo TV, você pode economizar saindo para uma boa caminhada e um bate papo com os amigos, melhorando seu condicionamento cardiopulmonar ao mesmo tempo em que reduz os níveis de estresse.

A diferença, como sempre, recai não sobre a quantidade de dinheiro disponível, mas na capacidade de auto-conscientização.

E psicologicamente? O que recomenda para envelhecer com a cabeça boa? Isso reflete no bem estar físico?
Dr. Alessandro Loiola - A medida em que avançamos em direção à maturidade, a “cabeça boa” se torna um reflexo do condicionamento físico, da alimentação saudável, da qualidade do sono e da capacidade de controlar dos níveis de estresse. O ideal é que o bem-estar mental seja acompanhado de bem-estar físico.

Apesar do número células cerebrais reduzir cerca de 10% entre os 20 e os 65 anos de idade, a diminuição do raciocínio devido ao envelhecimento é bem menos intensa do que imaginamos. Além disso, o declínio da capacidade mental parece ser evitável ou reversível.

Exercitar a mente, assim como exercitar o corpo, é fundamental para manter sua saúde integral. Tente aprender um idioma diferente ou tocar um instrumento musical, jogar baralho, damas ou xadrez – vale qualquer atividade capaz de estimular sua capacidade de raciocínio.

_______________________________________________________________
Fonte - http://br.noticias.yahoo.com/s/20112007/11/saude-envelhecer-dignidade.html

5 comentários:

Helena disse...

Olá Dr. Alessandro...
Recebo sempre seus emails e a medida que posso, vou lendo e amando cada vez mais muito de seus comentários. Hoje passo para deixar um recadinho diferente para ti...
Desejo que esta noite, pra lá de especial, em que fazes o lançamento de seu livro, seja uma de suas melhores noites, a noite do prazer, do sucesso, da vibração por sentires orgasmicamente mais uma de suas conquistas. Que brilhem as estrelas e elas comandem o brilho de sua festa...quero que seja o homem mais feliz do mundo neste momento, pq também me fazes feliz em muitos momentos de minha vida.
Sinto não estar perto de ti, sinto não poder abraçá-lo, mas com certeza não faltarão uma quantidade enorme de pessoas a fazer isso por mim.
Sucesso sempre e que Deus continue iluminando sua vida, para que ilumine a vida de milhares de pessoas como sempre fazes.
Beijocas enooormes e uma noite de luz.
Parabéns mais uma vez Dr. Alessandro.

Sueli disse...

Hoje é o dia!!! Chegou mais um dia especial em sua vida.
Acabei de receber uma ótima entrevista por e-mail e a cada palavra positiva que você diz sobre saúde, vida sinto ainda mais vontade de viver muito. E o mais importante, envelhecer com saúde, com qualidade de vida. Conselhos importantíssimos trabalhados nesse livro que como você mesmo diz, condensa informações necessárias em apenas um volume.
Hoje é um dia todo especial. Um dia em que você dá mais um passo para novos caminhos e conquistas.
Um dia marcante em sua carreira.
Saiba que você é uma parte boa da minha vida enquanto leitora.
Você me ajudou a sorrir com muitas crônicas, e hoje desejo não só um sorriso seu mas um grito de felicidade.
Desejo que você ainda dê muitos passos e conquiste seus objetivos, pois capacidade para isso não lhe falta.
E que você tenha sempre a felicidade em seu olhar não só neste dia mas em toda sua vida.
E é com todo carinho e sinceridade que eu te digo:Parabéns por mais essa vitória, meu amigo!
"GOD BLESS YOU"! Um forte abraço!

Anônimo disse...

Dr.Alessandro, só agora abri meu e-mail e tive conhecimento do lançamento do seu livro.Fiquei bastante triste por não dar tempo de ir abraçá-lo por mais uma de suas conquistas.Mas certamente haverá outra oportunidade.Quero parabeniza-lo pelo seu conhecimento,competência e acima de tudo sua total dedicação.Estou muito feliz por me convidar para participar do seu Blogger,pois é de grande valia para aumentar meu conhecimento.Conheço um pouco do assunto do seu livro, pois fiz o curso superior de Cuidador de Idosos na Faculdade FUMEC,que o livro de referência para nós é o Tratado De Gerontologia do Papaléo.Mas tenho grande interrese em adquirir seu livro, pois cada um que pesquisa tem opinião diferenciada, por causa do público pesquisado, são realidades diferenciadas.Parabéns e muito sucesso nesta importante conquista.

Anônimo disse...

Dr.alessandro
Obrigado por nos brindar com este novo livro.Infelizmente não pudemos comparecer devido a compromissos de trabalho, mas temos certeza que já é sucesso. Mais que isto, uma necessidade neste campo editorial .
Parabéns!
Zanilda e João Gabriel

Terezinha Lemos disse...

Parabéns mais uma vez...parabéns sempre.As informações repassadas por meio de suas fabulosas crônicas,entrevistas e livros sobre saúde,são verdadeiras fontes preciosas,inteligentes e alegres de informações valiosas e valorosas para nossas vidas.
O seu interêsse em tratar com esmero sobre os cuidados que devemos ter para que essa nova época marcada a cada ano pelo acréscimo de tantas pessoas em idades bem mais avançadas é um presente de Deus.Desejo-lhe sucesso e muitas bençãos com o livro "Para Além da Juventude" pois,sem dúvida,trata de uma obra fabulosa e de fácil entendiemnto.
Que Deus continue presente em sua vida! Terezinha