11 fevereiro 2018

CUIDADO COM QUEM FALA “EM NOME DA FAMÍLIA”

Quando um líder – político ou religioso –, dizendo falar em “defesa da família”, prega simultaneamente a importância da fidelidade indiscutível à ideologia que ele representa, mesmo quando esta entra em conflito com a Moralidade nuclear da família, ele não está preocupado com a valorização da instituição “família”, mas com o adestramento de indivíduos - agora mansos, domesticados e isolados do Caráter de suas raízes - capazes de sustentar um projeto de domínio ao longo das gerações por vir.

O poder do Clã Familiar é anterior à agricultura, às cidades, às estradas, às leis, à religião, à força militar, ao emprego, ao dinheiro, ao comércio e até mesmo ao Estado – e por isso minar sua credibilidade é tão importante para todo e qualquer aspirante a dirigente de qualquer coisa.

Nenhum comentário: