17 dezembro 2014

Testosterona: é seguro?

© Alessandro Loiola 

 
Entidades reguladoras de saúde da União Europeia emitiram um parecer afirmando que existem poucas evidências consistentes de que o uso de testosterona no tratamento do hipogonadismo resulte em aumento de problemas cardíacos em homens não-hipertensos. 
 
Esta é uma excelente notícia, mas deve ser lida com cautela. O uso de testosterona continua sendo bastante específico para pacientes com hipogonadismo documentado, e o risco de complicações continua aumentado em indivíduos com hipertensão arterial pré-existente.  
 
Durante o tratamento, os níveis hormonais devem ser dosados periodicamente, assim como exames de hemoglobina, hematócrito, painel hepático e lipidograma. 
 
Não existem muitas evidências mostrando que a testosterona é segura ou eficaz em homens com mais de 65 anos de idade, então isso é outra coisa para ficar atento. Pelo mesmo motivo, utilizar o hormônio para dar um “up” em homens idosos também não é uma coisa sensata a se fazer.

Nenhum comentário: